Feirão do Imposto conscientiza população

A 11ª edição do Feirão do Imposto, promovida pelo Conselho de Jovens Empresários da ACP (CJE) em parceria com a Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) e apoiada pela OAB-PR e IBPT, reuniu, no último sábado, integrantes das entidades comerciárias engajados na tarefa de mostrar à comunidade a alta taxa tributária embutida desde os produtos de consumo básico até um automóvel.

Espalhados em pontos estratégicos da cidade – em frente à ACP (Rua XV de Novembro), no Paço da Liberdade e na Praça da Espanha, além de mais 15 postos de atendimento em diversos bairros – tendas disponibilizavam informativos e produtos com a descrição de valores com e sem os tributos acrescidos ao preço final.

De acordo com o coordenador do CJE, Henrique Domakoski, a maior parte da população desconhece que grande parcela do valor pago pelo que consome é destinada ao governo. “O brasileiro está insatisfeito, pois contribui e não tem a contrapartida, prevista na Constituição, do direito à saúde e educação de qualidade. Além disso, é preciso movimentar a classe empresarial para lutar em prol da simplificação tributária e enxugar a máquina pública”, discursou.

Para o diretor de tecnologia do IBPT, Geraldo Magela, o feirão é um movimento importante para a sociedade. “Esta foi a ação que propiciou a regulamentação da Lei 12.741/12, que promove a transparência na cobrança de impostos, tributos que devem agora ser descritos em nota. É importante conscientizar o cidadão acerca do sistema tributário perverso que privilegia o não pagamento de tributos”, destacou.

O evento contou com uma caminhada desde a Rua XV de Novembro até a Praça Generoso Marques. O movimento chamou a atenção dos transeuntes que se revelavam surpresos ao questionar para onde era destinada a fatia, em alguns casos, de mais de 30% paga ao governo.